Orofacial #2 – A Saúde Bucal que Não se Resolve…

Tempo de leitura: 2 minutos

Saúde Bucal

A Saúde Bucal que Não se Resolve…

Após muitos anos de profissão como cirurgião dentista, vendo paciente-após-paciente, boca-após-boca, fui me dando conta de uma realidade muito ruim para a imensa maioria das pessoas: “A saúde dos dentes e gengiva, para muitas pessoas, torna-se difícil de se manter em curto, médio ou longo prazos”. E esta dificuldade ocorre mesmo se a pessoa retorna periodicamente ao dentista…

Isto mostrou uma realidade muito difícil para mim. É que, quando me decidi me formar como cirurgião dentista, eu tinha (e ainda tenho atualmente) o firme propósito de impedir que estes tipos de problemas – cáries, doenças de gengiva, problemas de hálito, etc. – levassem a prejuízos estéticos e funcionais nas pessoas.

Por outro lado, no decorrer de minha vida profissional, descobri uma outra realidade (que até pode parecer “paradoxal”):  “A saúde dos dentes e gengiva, para muitas pessoas, pode ser muito simples e fácil de se manter em curto, médio ou longo prazos”.

A diferença entre a primeira e a segunda frases em negrito é fácil de se entender: a dificuldade da manutenção da saúde de dentes e gengiva em curto médio e longo prazos depende – quase que totalmente – se a pessoa possui conhecimento a respeito de sua própria boca, bem como de técnicas de prevenção a estes problemas.

Tais técnicas de prevenção se resumem em :

1) Controle da alimentação: Evitar – como regra – alimentos açucarados nos períodos entre as refeições e/ou antes de dormir. Veja este vídeo abaixo. Ele mostra o porquê se deve evitar rotineiramente os alimentos (sucos, cafés, chás, refrigerantes, balas, etc.), especialmente entre as refeições ou antes de dormir.

Vídeo Cárie dental
Assista este vídeo e veja como que uma alimentação rica em açúcar pode comprometer a saúde de seus dentes.

 

2) Técnicas corretas de higiene dos dentes e gengivasEste post mostra algumas dicas bem valiosas a respeito de higiene dos dentes e gengivas. ==> Saiba Sobre Higiene da Boca

Higiene bucal - Usar Fio Dental

 

3) Retorno periódico ao dentista:  Este post mostra quando retornar ao dentista para consulta periódica ==> Quando Devo Retornar Ao Dentista?

Retornar ao Dentista

Mas antes de tudo, a pessoa deve conhecer a própria boca, os seus dentes/gengiva, os seus detalhes e necessidades. Isto é Essencial !

O Projeto Orofacial visa passar conhecimento, “dicas e sacadas” a respeito de saúde e estética de boca e face.

Para participar deste projeto, que na verdade é refinado programa educativo a respeito de saúde/estética, basta se cadastrar http://www.orofacial.com.br/Home . 

Dúvidas? Deixe um comentário abaixo.

 

 

2 Comentários


  1. Tá certo, mano. Concordo especialmente com a necessidade de aprender as “técnicas corretas de higiene bucal” – as quais, após passar por mais de uma dezena de dentistas, só fui aprender quando tinha quase 50 anos!
    Minha geração aprendeu, em pequena, que dente se escovava (meio que de qqr jeito) de manhã e à noite. E gengiva a gente nem sabia bem o que era, mas não importava. O problema é que os dentistas todos que consertaram minhas cáries e canais ao longo da vida adulta não se lembraram de explicar COMO e quando se devia escovar…

    É isso aí. Dentista tem de aconselhar, ensinar…

    Responder

  2. Tá certo, mano. Concordo especialmente com a necessidade de aprender as “técnicas corretas de higiene bucal” – as quais, após passar por mais de uma dezena de dentistas, só fui aprender quando tinha quase 50 anos!
    Minha geração aprendeu, em pequena, que dente se escovava (meio qde manhã e à noite. E gengiva a gente nem sabia bem o que era, mas não importava. O problema é que os dentistas todos que consertaram minhas cáries e canais ao longo da vida adulta
    É isso aí. Dentista tem de ensinar, ensinar…

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *