Orofacial #39 – Dentes Perfeitos: Técnicas Utilizadas Para a Estética de Seu Sorriso

Tempo de leitura: 19 minutos



Dentes Perfeitos: Técnicas Utilizadas Para Você Ter Sorriso Belo

Sorriso Belo

O Sorriso “Belo”

Um sorriso perfeito, realmente belo, ocorre naturalmente para muitas pessoas, isto é, elas nascem com ele.

Para estas pessoas, basta ter alguns conhecimentos básicos a respeito de saúde de dentes e gengivas, a fim de que elas consigam manter a saúde e, por isso, a estética de seu sorriso durante toda a sua vida.

Isto porque, vejo em meu dia-a-dia, pessoas que possuíam sorrisos realmente belos, mas que, por pura falta de alguns conhecimentos básicos sobre saúde de dentes e gengivas, vão paulatinamente perdendo a sua estética.

(Caso você queira saber um pouco mais a respeito sobre saúde e estética de dentes e gengivas, preparei uma série de vídeos gratuitos para você se interar melhor sobre este tema. É só acessar e cadastrar e-mail em Vídeos Sobre Saúde e Estética de Dentes e Gengivas (Grátis!) ).

 O Sorriso “Neutro”

Outras pessoas, a sua maioria, possuem um sorriso “neutro”, isto é, não necessariamente “belo” (que chama a atenção por sua beleza, que valoriza a sua estética pessoal como um todo), mas também não necessariamente “comprometedor” (isto é, que prejudicaria definitivamente a sua estética e relacionamentos sociais e afetivos). Tais pessoas, para obterem um sorriso belo, com dentes e gengivas perfeitos, necessitam, geralmente, de algumas poucas técnicas estéticas a serem aplicadas.

Sorriso Neutro
Sorriso “Neutro”. Este tipo de sorriso não é bem comum e pode ser tornado realmente “belo” com alguns pequenos detalhes técnicos.

O que é interessante, é que muitas destas pessoas que possuem o sorriso “neutro” não se dão conta que elas possuem um grande “diamante” em suas bocas, pronto para ser facilmente “lapidado”.

Isto porque, para se passar de um sorriso “neutro” para um sorriso realmente “belo”, bastam-se – em geral –  a modificação de alguns detalhes aqui ou ali…e pronto: “você possui um sorriso realmente belo”. São pequenos detalhes como este que, se prestada real atenção,  podem abrir muitas portas à pessoa!

Sorriso Neutro Modificado
Simulação de possível modificação estética de um sorriso neutro, alterando forma, alinhamento e cor dos dentes

O Sorriso “Comprometedor”

Outras pessoas possuem problemas estéticos que, de uma forma ou de outra, comprometem definitivamente a sua estética ao sorrir. Devido a isso, elas, em geral, tendem a se inibir socialmente, seja ao falar, seja ao sorrir, ou seja, ao se relacionar socialmente.

Algumas vezes o problema estético que compromete o sorriso se concentra em um ou alguns dentes e, desta forma, a solução para se passar de um sorriso “comprometedor” para ao menos “neutro” não seria assim tão difícil.

Em outras vezes, no entanto, o comprometimento estético é mais amplo…e sua terapêutica também.

Vamos falar agora sobre algumas técnicas usadas para alcançar um sorriso perfeito.

Saiba mais sobre a estética dos Dentes Perfeitos. Assista a este Guia de Estética do Sorriso

Técnicas Para Obter Dentes Perfeitos

Técnica 1: Clareamento Dental

(Saiba mais sobre clareamento dental neste post: >> 8 Maneiras de Seus Dentes Clarear Agora! <<)

Clareamento Dental “Caseiro”

Melhorar a aparência, a estética, o sorriso sempre é muito bom!

Umas das técnicas para melhorar a aparência do sorriso é o clareamento dental. Ele pode ser realizado de várias maneiras, por meio de várias técnicas.

O mais popular é o chamado clareamento “caseiro”.

Na verdade, chama-se “caseiro” não porque o paciente o realize “em casa”, sem a necessidade de se ir ao dentista. Não!

Chama-se caseiro porque o dentista indica tal modalidade de clareamento, confecciona uma placa de acrílico flexível incolor e fornece produtos clareadores para que a pessoa possa usar em casa, entre uma e outra consulta.

 

Moldeiras Clareamento

  placa clareamento   Quando bem indicado, o clareamento “caseiro” é bem eficaz e duradouro.

Clareamento

Porém, nunca é demais recomendar algumas orientações para aqueles que possuem dentes clareados por meio desta ou qualquer outra técnica de clareamento dentário:

 

1) Não abuse de alimentos corantes, tais como cafés e chás. Evite o cigarro;

 

Café

2) Escove regularmente os seus dentes, utilizando boa escova, com cerdas macias e, principalmente, com técnica de escovação bem refinada;

Escovação

3) Retorne ao seu dentista periodicamente para checar a necessidade de retoque no clareamento. Este retoque nada mais é do que aplicar mais um pouco do agente clareador durante alguns dias a fim de que a cor mais clara retorne aos seus dentes.

 

Técnica 2: Alinhamento dos Dentes – Ortodontia

Dentes Perfeitos Ortodontia

As técnicas de ortodontia objetivam corrigir o posionamento dos dentes a fim de se conseguir obter melhor estética, equilíbrio, função e harmonia dos dentes entre si e também em relação aos lábios, bochechas e língua.

Veja que a estética propiciada pela ortodontia não é dada somente pelo alinhamento dos dentes em si, mas também na relação dos dentes com as partes moles da boca (lábios, bochechas e língua).

Dentes Pertitos: Ortodontia

Os Aparelhos podem ser fixos (quando são “colados” nos dentes) ou removíveis. Na figura acima, você pode ver um exemplo de aparelho fixo e, abaixo, aparelhos removíveis.

Dentes Perfeitos: Aparelhos Removíveis

Técnica 3 – Restaurando a Forma do Dentes

As técnicas de restauração são utilizadas quando ocorre alteração de forma ou perda de estrutura dos dentes ou ainda má-posição dos dentes não corrigidas por ortodontia.

A restauração dos dentes pode ser feita por meio de

a) materiais dentários esculpidos pelo dentista diretamente na boca da pessoa;

b) próteses simples (“unitárias”) feitas sob medida em laboratórios dentários, tais como coroas dentárias, facetas estéticas ou “lentes de contato”.

Dentes Perfeitos: Coroas Sem Metal
Coroas feitas de cerâmica (porcelana) sem metal (“metal-free”)
Dentes Perfeitos: Coroas Cerâmicas Sem Metal
Coroas Cerâmicas Sem Metal Confeccionadas para Restabelecer a Forma dos Dentes
Facetas Estéticas
Facetas Estéticas em Porcelana Usadas Para Reabilitar a Forma, Cor e Estética do Dente

Técnica 4 – Reposição de Dentes Perdidos

Quando alguém vem a perder algum dente por causa de cáries ou fraturas, resta-se fazer a reposição do mesmo, a fim de se conseguir reconstituir a estética e a função perdida.

A reposição de um (ou mais) dente(s) ausente(s) é feita por meio de algum tipo de prótese dentária. 

As próteses podem ser fixas ou removíveis. Tanto uma quanto outra podem se apoiar em dentes naturais ou em implantes.

Dentes Perfeitos: Coroas e Implantes Dentários
Quando ocorre muita perda dentária devido a cáries ou acidentes, faz-se necessária a colocação de coroas dentárias. Tradicionalmente, estas coroas apoiam-se nos próprios dentes naturais da pessoa, nos quais são feitos desgastes a fim de dar espaço para a coroa artificial. Atualmente, utilizam-se coroas sobre implantes de titânio, os quais são fixados no osso de suporte da pessoa.
Dentes Perfeitos: Coroas e Implantes Dentários
Os dentes para reposição de estruturas dentárias ou mesmo dentes inteiros perdidos apoiam-se sobre o próprio dente natural ou sobre parafusos de titânio fixados no osso de suporte do maxilar.

Veja alguns exemplos:

Dentes Perfeitos: Prótese Fixa em Cerâmica

Dentes Perfeitos: Prótese Parcial Fixa Metal-Free
Prótese Fixa de Cerâmica Pura (Metal-Free) Repondo a Perda de Dente Ausente.

Como foi dito acima, os implantes dentários substituem o dente que foi perdido por meio de fixação de parafuso de titânio. Sobre ele, assim como ocorre em um dente natural, pode ser apoiada uma prótese fixa (“colada em posição”) ou removível (a qual pode ser removida da boca a qualquer momento).

Nas fotos, você consegue ver alguns tipos de próteses removíveis: A 1a é a mais tradicional, fixada na boca por meio de grampos metálicos; Prótese Removível a Grampos A 2a é mais recente, chamada “prótese flexível” ou “livre de metal”, a qual se fixa na boca por meio de grampos de acrílico da cor próxima da do dente, os quais são mais estéticos; Prótese Flexível   A 3a prótese é chamada “provisória” ou “perereca. Ela deve ser utilizada no máximo durante poucos meses. Ela é indicada durante o tratamento dentário a fim de substituir a ausência de dentes enquanto a pessoa aguarda uma prótese definitiva;   Prótese Removível Provisória ("Perereca") A 4a foto mostra um exemplo de prótese removível fixada por meio de attachments (encaixes de precisão ou semi-precisão), os quais dão uma boa retenção, sem a presença de grampos.  

Prótese Parcial Removível com Attachments    

Para saber mais sobre próteses, consulte estes posts:

Coroas Com ou Sem Metal

Tipos de Próteses Removíveis (“Pontes Móveis”)

Implantes Dentários: Alguns Conceitos Básicos

 

Mas antes de falar sobre as técnicas mais utilizadas para se “tratar” a estética do sorriso, a fim de que você possa ter dentes perfeitos, vou falar um pouco a respeito de quais aspectos tornam um sorriso realmente “belo”. É que muitas pessoas acham que um sorriso belo é somente uma mistura de dentes claros (bem brancos) e alinhados…sem dúvida estas características são muito boas, mas não são as únicas.

Veja, então:

O que Torna um Sorriso Realmente Bonito?

A estética do sorriso é o resultado da soma de vários aspectos positivos, harmoniosamente distribuídos.

Aliás, a estética clássica se baseia justamente nisto: a simetria, a harmonia e o equilíbrio. Por isso, estes aspectos, os quais explico abaixo, devem expressar um conjunto com simetria, harmonia e equilíbrio.

 

Vamos às características que tornam um sorriso realmente belo.

 

Alinhamento dos Dentes

Muitas pessoas acreditam que um sorriso bonito deve possuir apenas dentes alinhados e claros.

Estes aspectos são muito importantes, mas não são os únicos, conforme você poderá ver mais abaixo.

Dizer que os dentes devem possuir um alinhamento, significa que eles devem se posicionar lado-a-lado, seguindo um arco dentário, o qual geralmente possui a forma de “U” aberto, mas que para algumas pessoas pode variar de forma.

Arco em U Aberto
Arco em U Aberto

 

A alteração no alinhamento dos dentes é uma das alterações mais comuns no sorriso que pode levar ao prejuízo em sua estética. A sua correção se faz, em geral por técnicas de ortodontia. Outras técnicas que podem melhorar o alinhamento, em casos específicos é: ortopedia funcional dos maxilares, associação com fonoaudiologia, restaurações dentárias, prótese (coroas, “pontes” dentárias, etc).

Ortodontia
Aparelho ortodôntico utilizado para promover o alinhamento dos destes.

   

O bom alinhamento dos dentes gera tendencialmente a simetria, harmonia e equilíbrio do sorriso…mas não basta o alinhamento dos dentes para que ele seja classificado como “estético”. Outros fatores são fundamentais.

Vejamos mais…

Posicionamento dos Dentes

Ao ler este tópico “posicionamento dos dentes”, você pode estar se perguntando se ele não seria a mesma coisa de “alinhamento dos dentes”, descrito no item anterior…a resposta é: “mais ou menos”. Isto porque os dentes podem estar perfeitamente alinhados, mas fora de posição em relação às partes moles da boca, lábios, bochechas, língua… Quando isto ocorre, a pessoa sorri com os dentes alinhados, mas os dentes podem aparecer demais ou “de menos”, devido à sua relação com o lábio superior, que pode encobri-los pouco ou muito.

Sorriso Belo
Sorriso com excelente alinhamento e posicionamento dos dentes. Veja que o lábio superior encobre a gengiva dos dentes superiores. Por isso, este sorriso não é “baixo” nem “alto”, mas “médio”
Sorriso Belo
Mesmo sorriso da modelo acima, em close-up. Repare a posição do lábio superior encobrindo a gengiva dos dentes superiores.

 

Da mesma forma, dentes mal-posicionados podem comprometer o chamado “corredor bucal”, fazendo com que a pessoa, ao sorrir, aparente possuir “1000 dentes” em sua boca. Compare este sorriso abaixo com o sorriso acima.

Sorriso sem corredor bucal
Dentes alinhados e claros. Porém, nota-se que esta moça possui o arco aberto, o que lhe tira o espaço entre dentes posteriores e bochecha, conhecido como “corredor bucal”.

 

Formato dos Dentes

Em um sorriso belo, a forma (e também a cor, veja abaixo) de um dente deve se harmonizar os demais. Da mesma forma, os formatos dos dentes devem se harmonizar com lábios, bochechas, face da pessoa, bem como a pessoa como um todo.

Geralmente, mulheres devem ter os dentes menores e mais arredondados, ou seja, mais delicados, uma vez que eles tendem a se harmonizar com os seus rostos também mais delicados. Dentes maiores e retos são mais relacionados ao gênero masculino. Mas isto não é uma regra fixa; varia de acordo com cada tipo de rosto e personalidade…

Por outro lado, os dentes devem ter formas harmônicas entre si.

Dentes Perfeitos
Formato e cor dos dentes propiciando harmonia do sorriso

 

O formato dos dentes podem ser alterados devido a várias causas, seja elas genéticas (ou ainda, de problemas durante a formação do dente) ou ambientais. Ambas podem gerar problemas estéticos no sorriso.

Dentre as causas ambientais que podem levar a alteração da forma do dente, temos:

  • Traumas
  • Degastes físicos ou químicos
  • Cáries
a) Traumas
Traumas de pequena, média ou alta intensidades podem levar à fratura na coroa dos dentes, alterando a sua forma. A forma do dente perdida após uma fratura pode ser recomposta por meio de restaurações dentárias (popularmente chamadas de “obturações”) ou coroas protéticas (“jaquetas” ou “pivots”).
Fratura Incisal
b) Desgastes
O desgaste dos dentes podem ocorrer de duas maneiras: pelo uso normal (mastigação) ou pelo uso indevido.
Ao mastigar os alimentos, sempre haverá um atrito entre um dente e outro, gerando – com o passar das décadas – um certo desgaste dos dentes.
Tal desgaste é acelerado se a pessoa faz rotineiramente uso de alimentos muito duros, tais como “farinha d’água”, “castanhas”, granola, etc…
Também acelera-se o desgaste dental se a pessoa perdeu vários dentes devido a, por exemplo, cáries ou doenças gengivais; ou então se a pessoa possui problemas sérios na posição de seus dentes, de tal forma que ao invés de haver vários contatos entre os dentes, apenas alguns é que realizam o trabalho de mastigação.
Nestes caso, aqueles poucos dentes que continuam a fazer o trabalho de mastigar os alimentos, inevitavelmente sofrerão maior desgaste.
Os dentes de uma pessoa também podem ser aceleradamente desgastados se a pessoa utilizá-los indevidamente para roer as unhas, remover a pele dos lábios com os dentes, apertar/range os dentes, etc.
Dentes Perfeitos: Desgaste Incisais
Dentes Perfeitos: Hábitos de Roer Unhas
Quimicamente, os dentes podem ser desgastados pela acidez constante da dieta alimentar (refrigerantes, sucos cítricos) ou acidez do suco gástrico que retorna para a boca (gastrite prolongada com refluxo para a boca ou hábito de vomitar constantemente).
c) Cáries dentárias
Este assunto é tão importante, que falei sobre isso bem detalhadamente em um outro post, veja: 
Cor dos dentes
A presença de dentes claros sempre foi um bom critério para a estética do sorriso. Isto porque, dentes claros psicologicamente se relacionam com a sensação de saúde e limpeza pessoal...
A cor dos dentes, para dar estética ao sorriso, não basta ser “clara”, mas também uniforme, isto é, os dentes devem ter uma cor muito semelhante (ou igual) aos demais.
Dentes Perfeitos: Perda de Harmonia Estética
A uniformidade da cor dos dentes propicia a harmonia e equilíbrio ao sorriso.
Mas a cor dos dentes deve se harmonizar com o rosto e a idade da pessoa. Perde-se a naturalidade do sorriso, por exemplo, pessoas com muita idade e dentes extremamente claros…lembre-se estética tem a ver com a simetria, o equilíbrio e a harmonia.
Em outros posts, falarei um pouco mais a respeito de cor dos dentes e clareamento dental…
Dentes Perfeitos: Clareamento Dental
Placa Bacteriana e Tártaro Dental: Higiene pessoal e Limpeza Profissional
Tanto a placa bacteriana, como o tártaro dental podem alterar a cor dos dentes.
Além deles, manchas de nicotina provenientes do hábito de tabagismo (fumar cigarros, charutos ou cachimbos) podem levar à alteração da cor dos dentes, prejudicando a estética do sorriso.
Dentes Perfeitos: Cigarro Mancha Dentes
Este prejuízo ocorre porque há – por parte das pessoas – uma associação psicológica muito grande entre “limpeza” com a “estética/beleza” do sorriso.
A higiene diária dos dentes, com o uso de escova de dente, creme dental e fio dental é fundamental para a boa aparência dos dentes e da gengiva, uma vez que isto combate a formação de cáries e de doenças de gengiva.
Dentes Perfeitos: Escovação
Dentes Perfeitos Higienização
A higiene diária também previne – em grande parte – o manchamento de dentes e de restaurações (popularmente chamadas de “obturações” dentárias), bem como a formação de tártaro dental.
Este último, uma vez formado e aderido ao dente, somente consegue-se a sua remoção por meio de limpeza profissional, também conhecida por “raspagem” periodontal.
Você pode ver mais sobre Saúde e Estética de Dentes e Gengivas nesta série de vídeos gratuitos sobre este tema (necessário cadastramento de e-mail).
Relação dos dentes e partes moles da boca (lábios, bochechas e gengiva)
Por incrível que possa parecer, boa parte da estética do sorriso não está nos dentes em si, na sua forma, alinhamento, posição ou cor; mas sim nas relações que os dentes fazem com os lábios, bochechas e gengiva.
Veja as figuras abaixo. Nelas você vê algumas linhas que eu tracei sobre a fotografia de um sorriso belo.
Na primeira fotografia, você pode ver que os dentes possuem simetria com a face da pessoa, satisfazendo o critério estético da “simetria”.
Dentes Perfeitos: Simetria
Na segunda fotografia, você pode notar que o bom posicionamento dos dentes superiores faz com que eles acompanhem suavemente a linha do lábio inferior.
Dentes Perfeitos: Linha do Lábio Inferior
Já na terceira fotografia, você pode notar que o lábio superior encobre bem a gengiva ao redor dos dentes superiores (apesar que não totalmente). Quando isso ocorre, diz que o sorriso não é “alto” (quando aparece muita gengiva), nem “baixo” (quando não aparece os dentes anteriores-superiores), mas “médio”.
Dentes Perfeitos: Linha do Lábio Inferior e Superior
Quando o lábio superior não consegue encobrir muito o aparecimento da gengiva durante o ato de sorrir, diz-se que o sorriso é “gengival”.
Dentes Perfeitos: Sorriso Gengival
Lábio Superior Curto Faz com Que as Gengivas dos Dentes Superiores Apareçam Muito Durante o Ato de Sorrir
Sorriso Gengival. Note que o lábio é “curto”, não conseguindo encobrir totalmente os dentes superiores quando a pessoa sorri.
Você pode notar nestas fotografias acima que a gengiva não está pigmentada nem retraída.
A pigmentação da gengiva pode ocorrer por motivos raciais (raça negra ou amarela) ou pelo uso do tabaco em excesso. Seja como for, existe um tratamento muito simples que torna a gengiva a sua cor rosa-clara em poucos dias…Nesta figura abaixo, você pode ver que existe pigmentação da gengiva por melanina (pigmento da pele). Se esta pessoa tiver sorriso “alto”, fatalmente a gengiva irá aparecer toda a vez que ela sorri…e isto poderia dar uma má-impressão…
Dentes Perfeitos: Pigmentação Gengival
A retração gengival ocorre quando há progressiva perda da gengiva, levando à exposição da raiz do dente. Irei falar melhor a respeito disso em um post posterior…aqui interessa dizer que se a pessoa mostra muito a sua gengiva ao sorrir (sorriso “alto”) e possui retrações gengivais acentuadas, haverá inevitavelmente um comprometimento estético de seu sorriso…Na figura abaixo, você pode reparar que há retrações gengivais em vários dentes anteriores do maxilar, comprometendo o sorriso desta pessoa. Digo a você que existe tratamento para isso e ele não é assim tão complexo.
Em poucas semanas poderia ser resolvido este problema.
Dentes Perfeitos: Retação Gengival
É isso aí ! Espero que tenham apreciado este nosso pequeno passeio pelos detalhes estéticos do sorriso.

Gostou? Então deixe o seu Comentário abaixo 🙂



15 Comentários


  1. Oi, arrasou, parabéns pelo post!
    Parece um sonho ter um sorriso assim, lindo!
    Adorei, adorei. Sem palavras…
    Vou tentar nas faculdades do RJ…

    Responder

  2. OLÁ GOSTARIA DE SABER, QUAL É O TRATAMENTO PARA A RETRAÇÃO GENGIVAL?

    Responder

    1. Olá, Márcia.

      O tratamento da retração de gengiva é dividido em 3 partes:

      1) Eliminação de doenças da gengiva: gengivite ou periodontite
      (Para saber mais sobre o que são doenças de gengiva e quais são os tratamentos, leia este post: >>Clique Aqui< <

      2) Eliminação do agente agressor que levou a gengiva a retrair:Vários fatores podem levar a retrair. Alguns exemplos são: uso de aparelhos ortodônticos (para corrigir e alinhar a posição dos dentes), escovação traumática (com muita força, movimentação errada de escovação ou escova dentária dura ou velha), contatos dentários errados (problema de mordida), doenças periodontais (periodontite).

      3) Cirurgia plástica de gengiva
      : Este tipo de cirurgia busca o recobrimento da raiz exposta pela perda de gengiva, por meio de recolocação de gengiva sobre ela.
      Ela pode ser feita com ou sem enxerto de gengiva.
      Quando não se necessita enxertar gengiva, apenas se “puxa” a gengiva para cima novamente, sobre a raiz do dente exposta.
      Por outro lado, quando se necessita enxertar gengiva, deve-se remover um pequeno pedaço de mucosa do palato (“céu da boca”) e colocá-lo sobre a raiz exposta.

      Veja um exemplo de cirurgia neste vídeo.

      À disposição para outros esclarecimentos,

      Wagner Munhoz

      Responder

  3. VAGNER TENHO 26 ANOS ESTOU EM FALTA DE UM DENTE E OUTRO JA A PERDER ,TBM QUERIA VE COMO VC PODE ESTA ME AJUDANDO A FAZER UM IMPLANTE DENTARIO ,QUANTO FICA OS VALORES DE DOIS IMPLANTES

    Responder

    1. Olá, Josi.
      Os preços de implantes dentários, no mercado brasileiro têm variado entre R$1.500-3.000, em consultórios dentários.
      Em instituições de ensino (APCD, ABO ou faculdades) o preço ficam em torno da metade disso.
      Procure um dentista especializado próximo de sua casa ou uma destas Instituições a que me referi acima.

      À disposição para outros esclarecimentos
      Wagner Munhoz

      Responder

  4. Tenho muita retração gengival e perda óssea, já perdi praticamente todos os dentes superiores e inferiores, meus dentes eram grandes,amarelados e desiguais, estou tentando arrumar o meu sorriso agora e estou fazendo implantes, só que tenho dúvidas se conseguirei um sorriso bonito pelo fato dos dentes naturais serem grandes,desiguais e amarelados e os superiores da frente serem pra frente e grandes. Conseguirei corrigir isso com os implantes?

    Responder

    1. Marlene, como vai?
      Sempre quando se faz um tratamento grande de reabilitação de perda de dentes, deve-se fazer um diagnóstico muito preciso, seja da estética, seja da função de mastigação.
      Acho que uma boa coisa a se fazer é conversar bem com os dentistas que cuidarão de seu caso e que se faça uma prova estética dos dentes (simulando o resultado final), antes mesmo da colocação dos parafusos de implantes em sua boca.
      Esta fase de planejamento inicial é muito – muito mesmo – importante. Ela deve guiar dentista e paciente para o caminho a ser percorrido.

      À sua disposição para outros esclarecimentos,

      Wagner Munhoz

      Responder

  5. Olá Wagner! Parabéns por esta matéria! Amei! Tenho 57 anos e usei aparelho ortodôntico por 6 anos. Uauuu… tive que ter muita paciência! Fiz 3 implantes inferior e 1 implante superior. Fiquei bem satisfeita com os implantes, perfeito! Mas, não fiquei muito satisfeita com o resultado da arcada superior, mais preciso os dois dentes da frente. Não ficaram totalmente alinhados. Também são mais escuros devido o tratamento de canal. Inclusive, meu dentista aconselhou-me a fazer facetas para corrigir. Fiquei indecisa e até mesmo pelo alto custo. Lendo o artigo, me chamou a atenção a Técnica 3: Restaurando a forma dos dentes ( Coroas feitas de cerâmica (porcelana). Eu acho que seria o meu caso! Vou conversar com meu dentista sobre esta possibilidade. Agradeço todas as dicas, vídeos, conselhos! Como é bom ter conhecimento!
    Obrigada e Deus o abençoe!
    Mariza

    Responder

    1. Olá, Mariza.
      Grato por seu comentário.
      Geralmente, as facetas são preferidas na estética por serem bem mais conservadores aos dentes.

      Por outro lado, nem sempre é possível indicar as facetas de porcelana para este fim.
      Isto porque, às vezes as facetas, por serem mais finas, podem vir a descolar ou fraturar com mais facilidade.

      Converse com o seu dentista, ok?

      Qualquer dúvida, basta entrar em contato novamente.

      Boa sorte.

      Wagner Munhoz

      Responder

  6. Esses vídeos/artigos são repetidos desde o primeiro q recebi apenas recebem uma “maquiagem” p parecer q tem alguma novidade.

    Responder

    1. Josiane, como vai?

      Muito obrigado pelo seu comentário (muito mesmo!).

      Achei tão importante este comentário que você deixou que penso em escrever um novo post a partir do que ele me suscitou.

      Deixe-me ver se consigo responder a você de forma a poder me fazer entender, ok?

      Existem alguns aspectos que muitas vezes não é bem claro ao público em geral, mas é muito claro aos que trabalham diretamente na área de saúde.

      Vamos a eles:

      1°) Quando se ensina uma pessoa as técnicas de higiene de dentes/gengivas (a fim de que ela previna problemas neles), pesquisas mostram que devem-se utilizar 5 consultas/1x por semana. Menos do que isso, a pessoa não chega ao seu máximo; mais do que 5 sessões é inútil, porque ele não irá conseguir remover mais placa bacteriana de seus dentes (a qual causa a maior parte dos problemas dentários nas pessoas). Mesmo assim, com o passar do tempo,a pessoa vai tendencialmente “esquecendo” as técnicas de escovação aprendidas e retorna-se a um estado de deficiência de higienização da boca…

      2°) Durante a minha vida profissional, tive a oportunidade de ministrar dezenas de palestras sobre saúde de dentes e gengivas (ou seja, como prevenir cáries e doenças gengivais). Após estas palestras (que duravam 1h15min), agendavam-se consultas para avaliação individual da boca de cada um dos participantes que assistiram às palestras. Pois bem, sabe o que acontecia quando eu falava pessoalmente com a estas pessoas, perguntando, por exemplo, “o que é placa bacteriana?”, ou “o que causa os problemas de gengiva?”, etc…? A grande maioria (+ de 80%) não tinham aprendido quase nada, apesar de terem assistido a uma palestra muito didática. E por que? Por que não tinham aprendido a relacionar aquilo que viram nas figuras da palestra àquilo que enxergavam em sua boca. Simples assim!

      Portanto, a repetição dos mesmos aspectos é fundamental. (E faço isso de propósito. Cada vídeo que produzi, levei meses para o fazer. Teria sido muito mais fácil (mas menos eficiente) ter escrito centenas de posts neste blog).

      Veja Josiane, para que eu consiga eliminar 80% de TODOS os problemas de dentes e gengiva que afligem a população do Brasil, bastaria que ensinasse (por incrível que pareça) pouquíssimas coisas (por isso a repetição!). Vamos a elas:

      a) Observar os dentes e gengivas. Ensinar se eles possuem acúmulo excessivo de placa bacteriana (isto é, onde teria dificuldade de higienização) e tártaro;
      b) Como e por que (realmente) escovar os dentes e passar fio dental. Tipo de escova de dentes e quando trocar;
      c) Como e quando se alimentar diariamente. Quando evitar o consumo de açúcar na forma de refrigerantes/sucos, balas/doces, etc. Ou seja, como utilizar-se racionalmente o açúcar;
      d) Quando e por que retornar ao dentista para controle de saúde dentária. Atualmente, existem dentistas e sistemas de saúde dentária para todos os tipos de pessoas e capacidade de pagamento (muitos até gratuitos). O que ocorre, no entanto, é que as pessoas, de maneira geral, não sabem (falta conhecimento, por isso faço este projeto Orofacial!) o que eu descrevi nos itens a,b,c acima, então, os seus problemas dentários vão se agravando com o passar dos anos. A prevenção dos problemas de dentes e gengivas é muito fácil e barata, basta se ter certo conhecimento e técnica adequada! Por outro lado o tratamento dos problemas dentários, quanto mais eles se agravam, vão se tornando cada vez mais caros e inacessíveis à população em geral!

      Deu para entender, Josiane?
      A prevenção de sérios problemas dentários é bem simples: para mais de 80% das pessoas: bastam informações e técnicas adequadas. Caso não se tenha estas informações e técnicas adequadas, ocorre agravamento dos problemas dentários e consequente aumento de custos para tratamento e, então, estes tratamentos tornam-se inacessíveis às pessoas. Conclusão: perda de dentes em médio ou longo prazos.

      Mas, para ensinar estes conhecimentos, deve-se haver repetição e, mesmo repetindo-se as mesmas coisas de forma diferente, corre-se o risco de não se aprender. Tem uma frase muito importante que nunca me esqueço: “Dificilmente alguém aprende algo que acredita já saber”. Pois bem, a grande maioria da população escova os dentes todos os dias, certo? E por que, então, temos tantos problemas dentários no Brasil e no mundo? Resposta, faltam alguns conhecimentos simples e alguns detalhes técnicos de higienização da boca. Estes conhecimentos e detalhes estou trabalhando para passar gratuitamente às pessoas neste Projeto Orofacial.

      Só para terminar (desculpe-me em me alongar nesta resposta, ok?), este post é direcionado para pessoas que buscam “dentes perfeitos” (esta palavra-chave no Google possui mais de 5.000 buscas/mês, ou seja 5.000 pessoas/mês buscam como ter sorriso “belo”). O que eu explico aqui neste post são técnicas para possuir-se “dentes perfeitos”, mas – mais importante – é que para que uma pessoa possua “dentes perfeitos” deve-se possuir, antes de tudo, “saúde perfeita” de dentes/gengivas; sem esta saúde, não existe técnica odontológica que consiga dar beleza a um sorriso.

      Muito obrigado novamente pelo seu comentário! Peço que, se você tem achado importante o Projeto Orofacial, compartilhe para os seus amigos nos botões do Facebook, Youtube ou Linkedin.

      Abraço,

      Wagner Munhoz
      wagner.munhoz@orofacial.com.br

      Responder

      1. EU TENHO 65 ANOS,DE UNS TEMPO PRA CA ESTA ME ENCOMANDANDO AS MINHAS FOTOS ,POR CAUSA DO EU SORRISO QUE SO APARECE A GENGIVA EU NAO TENHO CONDICOES FINAMCEIRAS ATE PRA PODER AVALIAR O PRECO DO TRATAMRNTO,TEM ALGUN LOCAL QUE ATENDE GRATITAMENTE,AGUARDO RESPOSTA.

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *