Orofacial #82 – Por que os dentes e periodonto tendem a dar problemas?

Tempo de leitura: 2 minutos

Por que os dentes e periodonto tendem a dar problemas?

Os dentes e periodonto tendem a ser lentamente agredidos dia após dia e com, o passar dos anos, os problemas começam a aparecer.

O maior problema é que, justamente porque esta agressão diária ser lenta, silenciosa e progressiva, a pessoa não consegue se dar conta do que está ocorrendo…isto é, não se dá conta, até a hora em que o problema já se instalou e começa a haver dor nos dentes, sangramento ou retração de gengivas, mobilidade dos dentes, etc.

Mas por que ocorre isso então? Por que e por quem os dentes e gengivas (periodonto) são agredidos?

Em quase 95% das vezes, dentes e periodonto são agredidos por 4 tipos de agentes de agressão:

  • Agentes agressores bacterianos
  • Agentes agressores mecânicos
  • Agentes agressores químicos
  • Agentes agressores térmicos

 

Se você entender a presença destes agentes em seu dia a dia e também conseguir controlá-los em seu autocuidado diário, certamente, você terá uma melhor saúde bucal em curto, médio e longuíssimo prazos.

Na verdade, estes agentes agressores, não atacam somente “dentes” ou “gengivas”, mas sim algo um tanto diferente, chamado “órgãos dentais”.

O que são órgãos dentais?

 Órgão dental é a junção entre dente e aquilo que segura o dente em posição de tal forma que ele não caia da boca da pessoa, ou seja, o periodonto.

Então, quando estes 4 agentes de agressão atacam os órgãos dentais da pessoa, eles começam a apresentar tudo aquilo que faz com que a pessoa vá ao consultório dentário, ou seja, cáries dentárias, retrações ou sangramento de gengivas, aumento da mobilidade dos dentes (“dentes moles”), trincas, desgastes ou quebras dos dentes, etc.

Assista este vídeo abaixo e saiba mais sobre os agentes de agressão que agem sobre os órgãos dentais da pessoa.

No próximo post, vou começar a falar para você a respeito de cada um dos agentes de agressão que mencionei acima. É só aguardar!

Se quiser, deixe um comentário abaixo. Terei prazer em responder a você.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *